domingo, 7 de novembro de 2010



“Pedi pra mãe – me interna, to infeliz pra caralho.

Aquela velha história do amigo engarrafado me era completamente aplicável, não havia companhia melhor. Porque eu não desejava conversar, pessoas se preocupam demasiadamente e eu não precisava de especulações, conversas enfadonhas e repetir tudo o que estava acontecendo comigo. Não. Eu não quero falar sobre isso. Isso o quê? Se eu tivesse noção do que era... Acontece que esses dias estão tortuosos e eu não desejo levantar-me daqui, a poltrona já adquiriu o formato do meu quadril e a TV me dá o entretenimento necessário para continuar trancafiada aqui. Sossego é o que eu quero. (...) o coração já não bate, esquecera completamente o tal do Tum-tum-tum. Será que o coração bate assim? Há algum tempo que não sei como ele reage, porque os dias estão vazios... Porra eu preciso ser internada.”


Caio Fernando Abreu

sábado, 6 de novembro de 2010



Voltei a sentir-me atraída.
Senti-me atraída pela escuridão das águas.
Ouvi, de novo, uma voz a chamar-me repentinamente para mergulhar, para entregar o meu corpo às águas paradas como se fosse filha da Natureza.
Voltei a estar no limiar, voltei a conseguir resistir.
Senti-me atraída, senti-me atraída pela escuridão das águas.
Senti-me atraída pela Morte.

RESISTI, MAS PARA QUÊ??



Camila Tchékhov

sexta-feira, 29 de outubro de 2010


Procura-se um coração Sadio, sem medos e livre de lembranças dolorosas.
Estou prestes a atirar o meu pela janela, descer os degraus e pisoteá-lo.
Garantir que não servirá para mais nada .Aí então , procuro um "laboratório" e passo a usar um coração artificial.
De plástico ou qualquer material que precise ser trocado rapidamente, pra que eu não me acostume, pra que ele não se contamine com minha memória, pra que eu possa me livrar dessa saudade...


Thuane

terça-feira, 26 de outubro de 2010


Ninguém vai te salvar, estúpida.
Não aparecerá ninguém que lhe abrace e absorva a sua dor.
Pare de esperar pendurada em suas cortinas, porque as ruas serão sempre desertas.
Pare de chorar, de soluçar, de desabar, porque não há ninguém a ser esperado, entende?
Não há mais remédio.
Eles, aos poucos, partirão. E você ficará e não deverá entrar em desespero antes que sua história comece a ser escrita.
Eu sei, não há como dormir em paz.
Por que ele não volta?
Não sei, não sei. Mas pare, você, de esperar.
Pare, você, de entregar sua felicidade em mãos desastradas.
A solidão não é tão ruim, principalmente quando não se está só.
Pare, você, de pensar que está.



Bruna Berri


Eu te mataria todas as noites quando roubas o meu sono, quando roubas os meus sonhos.

Destruiria todas as lembranças que me levam ao telhado no inverno.

Acabaria com todo esse desconforto que sinto quando estou sozinha.

Eu te cortaria em pedaços, mas em fragmentos tão pequenos que nem o diabo te reconheceria. Fingiria mil defeitos, fingiria mil sorrisos.

Eu te mataria todas as vezes que me sinto inofensiva.

Te moeria a cada lágrima que eu derramasse.

Te perderia todas as vezes que a distância nos vencesse.

Te esqueceria só para lembrar mais de mim.

Só para ter certeza que há pessoas que não se apagam, só para certificar o quão tola eu seria ao fracassar em todas as tentativas de te tirar de mim.

Thuane

segunda-feira, 25 de outubro de 2010




Eu sou uma artista.
Posso esconder qualquer coisa de qualquer pessoa. Tenho vivido de esconder minhas dores, mas não convenci ainda a mim mesma:
Se joga no mar garota, e vira estrela do céu!

Não, nao me pergunte mais nada. Antes o vazio, o silencio, do que a tempestade dentro de mim...

Nessa noite eu vou cair na minha cama, como quem cai num mar de rosas.

Hoje eu nao quero saber se as roupas estao sujas, se eu preciso de um banho ou se tenho que arrumar o quarto...

Hoje se eu mover um músculo, eu acabo com uma vida. Eu destruo o que ameaçar beleza, eu choro se me disserem "não".

Hoje, só hoje,fica tudo como está.

Amanhã. Amanhã é um bom dia para fazer as unhas, para pentear o cabelo, para ligar pra alguém distante, pra estudar, pra escrever alguma coisa que preste.

Amanã tem que ser um bom dia pra tuudo isso, porque outro dia como hoje, céus, eu não aguento!


Thuane

sexta-feira, 9 de abril de 2010



Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já…

Saudade é amar um passado que ainda não passou, é recusar um presente que nos machuca, é não ver o futuro que nos convida…

Saudade é sentir que existe o que não existe mais… Saudade é o sofrimento dos que perderam, é a dor dos que ficaram para trás…


"Lucena"

quinta-feira, 8 de abril de 2010



"Quisera ter a alegria de encontrar-te amigo, mais uma vez...
Rir das mazelas, alegrias e dores, ser a pessoa que acolhe.
Quisera mais uma vez nessa vida desfrutar essa presença sincera, a amizade profunda... A relação de confiança e doação, de crescimento e desafio.
Hoje eu senti sua falta, amigo. Precisei falar com você, dizer o quanto me sinto pequena as vezes.
Queria que você me ajudasse a ver a saída desse lugar onde estou.
Precisei do seu ombro...da sua mão...e do seu coração aberto e franco a me lembrar quem sou.
Sei que com você não corro o risco do julgamento, nem da sentença. Pois você está do meu lado, perto o suficiente para me perceber e na distancia exata para conhecer minha real dimensão.
Sei que posso confiar na sua opinião... Você sabe analisar e ponderar. Sabe que sua opinião é importante para mim e não fala levianamente.
Que falta que você me faz, amigo. Por que você partiu?
Ah, amigo, meu coração está doído de tanto esperar. Por vezes confiei em pessoas que não eram você. Elas podem menosprezar e negligenciar, me deixando confusa.
Se você estivesse aqui eu saberia discriminar...Sua presença me mostra o melhor de mim.
Minha alma sente seu olhar...Olhar generoso, compassivo, inteligente e sensível, que me alivia a dor de existir nesse plano.
Me sinto em parte sem você.
As pessoas me parecem difíceis.
Minha adaptação nesse mundo é tão lenta...
Me sinto fora do lugar! Sem norte ou sul.
Preciso de forças para suportar até lá, a privação de sua presença amorosa.
Você sabe me aceitar como sou.
Você considera e cura o meu passado, me oferecendo um presente real e um futuro de planos.
Você ama cada pedaço da minha história.
Me ensina a amar cada vez mais e melhor meus pais e meus amigos.
Deixa eu ver com seus olhos a beleza que ainda não enxergo.
Você compartilha comigo suas conquistas e confia no meu colo amoroso... É nele que você se deita para restabelecer sua força imensa. E nesse momento eu conheço um pouco mais de minha própria força.
Sei que no meu peito se abriga a força capaz de corresponder ao seu amor.
O amor em mim está sufocado pela tua ausência. Asfixiado pelo egoísmo e indiferença da multidão.
Encontrei pedaços de você espalhados em olhares, gestos e atitudes...
Mas meu coração conhece sua integridade e hoje já não se sacia com seus rastros.
Quero a sua integridade em minha vida. O tempo urge e não existe!
Apresse-se por favor. Venha me fazer companhia...
Caminhe ao meu lado e continue sendo meu melhor amigo..."

Desconheço a Autoria

terça-feira, 6 de abril de 2010



"De repente me deu vontade de um abraço!

Uma vontade de entrelaço, de proximidade, de amizade... Sei lá!

Talvez um aconchego que enfatize a vida e amenize as dores.

Deu vontade de poder rever.

Saudade de um abraço...

Só sei que me deu vontade desse abraço"

Desconhecido

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010


Hoje, dia 25/01/2010 foi um dos dias mais difíceis pra mim!! Chorei horrores!! Ai, não to mais aguentando... Hj a SAUDADE bateu forte!!!
Foi tão difícil ver o nome dele na minha lista de e-mail... Saber q o nome dele continua ali, mas ele não pode mais receber... AI QUE VIDA INJUSTA!!!

E ainda li um dos muitos e-mails q ele me madou dias antes de partir.. Sempre tão carinhoso... Como sinto falta dele...

Lembrei dos abraços... O melhores do mundo!!! Ninguém nunca me abraçou como ele...
Lembrei do dia q ele perguntou se eu ainda gostava do abraço dele... Como eu poderia deixar de gostar? Era um sonho cada abraço!!!
Lembrei de qdo ele sorria pra mim... Desejei mais um sorriso...
Lembrei de qdo ele chorou... Q vontade abraçá-lo pra q ele nunca mais sentisse tristeza...
Lemrei do jeito como ele brincava comigo... "Acorda Malinha!! Acorda pra falar comigo! Tah com sono? Problema teu!! " rs... Eu dizia sempre q ele era meu chato favorito! Q SAUDADE!!!!!
Lembrei de qdo ele ficava doente e pedia "Vem cuidar de mim?!" Q vontade sair correndo e poder fazer isso!! Mas agora eh tarde... Eu não posso mais fazer nada disso... Queria mais um dia com ele... Como aquele q foi tão perfeito...
Lembrei de como ele falava comigo... do tom da voz... das palavras... da nossa CUMPLICIDADE...

Ai Meu Deus!!! Soh mais um abraço... um beijo... mais uma vez segurar sua mão... SENTIR SEU CORAÇÃO BATENDO!!!!

SOH POSSO DIZER QUE HOJE TAH DOENDO DEMAIS!!!
:´( ...Kassia Moura

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010


Se eu soubesse que aquela seria a última vez qual veria você deitado em meu colo,
Eu aconchegaria você mais apertado...
E rogaria ao Senhor que te protegesse.
Se eu soubesse que aquela seria a última vez que veria você sair pela porta,
Eu abraçaria, beijaria e te chamaria de volta, para te abraçar e te beijar mais uma vez,
Se eu soubesse que aquela seria a última vez que ouviria a sua voz bem de pertinho,
Eu filmaria cada gesto, cada palavra sua,
Para que eu pudesse ver e ouvir de novo, dia após dia ou seja para aliviar um pouquinho da saudade.
Se eu soubesse que aquela seria a última vez que você chorava comigo,
Dividindo suas tristezas e frustrações,
Eu mesmo sem muito entender, jamais te deixaria sozinho e dividiria com você todos os seus medos, aliviando assim um pouco dos seus sofrimentos.
Se eu soubesse que aquela seria a última vez,
Eu gastaria um minuto extra a dois para parar e dizer:
O QUANTO EU TE AMAVA E O QUANTO UM SIMPLES SORRISO SEU SIGNIFICAVA PARA MIM!!!!!!
Ao invés de assumir que você já sabia
Ah! se eu soubesse que aquele seria a última vez...certamente jamais deixaria você partir

Simone Leal

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010


A Saudade?!
Só dói quando eu respiro...

Sinto saudade de me sentir feliz...


Procuro razões para continuar querendo viver...
Quando a dor aperta, eu choro...
Parece que o mundo esta deserto...
Já estou tão cansada de me sentir assim!
Sinto saudade de me sentir feliz... Ainda que por um momento...
Estou tentando, juro que estou!
Mas sentimento nem sempre é uma questão de escolha...

Kassia Moura

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Hoje está doendo muito...




O mar me roubou você...
Como sinto sua falta!
Você me fez ver o a beleza da vida, e agora você me faz ver o quão vazia ela pode se tornar...

Saudades eternas!

Kassia Moura